NOSSA TROPA

Quem somos

Somos um Movimento Educacional de jovens, sem vínculo com partidos políticos, voluntário, que conta com a colaboração de adultos, e valoriza a participação de pessoas de todas as origens sociais, raças e crenças, complementando a formação que cada criança ou jovem recebe de sua família, de sua escola e de seu credo religioso, de acordo com seus propósitos, seus princípios e Método Escoteiro, concebidos pelo Fundador Baden-Powell.

 

Temos como propósito, contribuir para que o jovem assuma seu próprio desenvolvimento, especialmente o caráter, ajudando-os a realizar suas plenas potencialidades sociais, físicas, intelectuais, afetivas e espirituais como indivíduos, cidadãos responsáveis, participantes e úteis em suas comunidades.

 

O Movimento Escoteiro do Colégio Antônio Vieira:​

 

é uma ação e um compromisso, pessoal e social, de crianças e  jovens, que envolvem aprendizagens, socialização de conhe-cimentos e colaboração com a comunidade. Busca, a partir de atividades práticas, desenvolver habilidades de liderança e de trabalho em grupo, além das responsabilidades individuais.

 

Os escoteiros participam de forma ativa no enfrentamento de questões sociais variadas, nas áreas de saúde, meio ambiente, tecnologia, educação, exclusão social, violência, entre outras.

Para dar conta de tantos temas, trabalham em parceria com líderes comunitários, organizações não governamentais e instituições diversas com propósitos semelhantes.

 

O escotismo é um movimento não político e inter-religioso que convida crianças, adolescentes e adultos ao exercício do volun-tariado. Somando atividades recreativas e de formação, o movimento escoteiro ajuda os jovens a se desenvolver física, intelectual, social e espiritualmente; além de melhorar a compreensão e relacionamento entre as gerações.

O Escotismo

É um Movimento Educacional de jovens, sem vínculo com partidos políticos, voluntário, que conta com a colaboração de adultos, e valoriza a participação de pessoas de todas as origens sociais, raças e crenças, complementando a formação que cada criança ou jovem recebe de sua família, de sua escola e de seu credo religioso, de acordo com seus propósitos, seus princípios e Método Escoteiro, concebidos pelo Fundador Baden-Powell.

 

Atividades atraentes e educativas

Os escoteiros realizam acampamentos, excursões, jogos, atividades esportivas e atividades de contato com a natureza, onde você fortalecerá a saúde do corpo e da mente, ampliará sua criatividade e conhecimento, conhecerá lugares e fará amizades.

Nas ações sociais e espirituais você irá se conhecer e descobrir o prazer de fazer o bem ao próximo.

 

Aprender fazendo

O jovem irá observar, descobrir, criar, experimentar e construir participando de atividades interessantes que permitirão que ele se desenvolva e amplie seu conhecimento de forma divertida e ativa.

 

Um movimento de jovens para jovens

O jovem fará parte de uma equipe de jovens da sua faixa de idade e vivenciará momentos inesquecíveis que lhe trarão habilidades para toda a vida.

 

Um movimento em movimento

Evoluindo e adaptando-se em todo o mundo de acordo com a necessidade de cada lugar. O Escotismo está aberto a todos, meninos e meninas, independente de raça, credo ou situação social. Seguindo os princípios e o método idealizado por seu fundador Robert Baden-Powell.

 

Propósito do Escotismo

Contribuir para que o jovem assuma seu próprio desenvolvimento, especialmente o caráter, ajudando-os a realizar suas plenas potencialidades sociais, físicas, intelectuais, afetivas e espirituais como indivíduos, cidadãos responsáveis, participantes e úteis em suas comunidades.

História do Grupo Escoteiro Antônio Vieira 

    

O Grupo Escoteiro Antônio Vieira – 15Ba, completou ano passado ( 2014), seus 55 anos de ininterruptas atividades, em seu percurso de 86 anos de Escotismo Baiano.

 

Em 04 de outubro de 1959, o GEAV foi reativado pelo Pe.Ilário Govani, juntamente com o empenho e apoio de vários colaboradores, também padres do Colégio Antônio Vieira, em especial o Pe. Angelo Imperiali. Educadores que se tornaram escotistas com dedicação e comprometimento ao longo dos anos, e em continuidade a esse apoio com o Pe. Domingos Mianulli, atual Diretor do Colégio Vieira, e nossa eterna Akelá Chefe Sevirina Barretto, que com seus 50 anos de promessa escoteira, exemplifica uma vida de amor incondicional aos jovens do Movimento escoteiro da Bahia, que se reflete em todo o escotismo do Brasil.

 

Fundado em 28 de agosto de 1928, o Grupo marca seus valores e princípios na formação de homens e mulheres de caráter, integrados ao desenvolvimento da sociedade contribuindo para um Mundo Melhor. Nesta jornada, houve um período em que o Grupo se desenvolveu como Grupo Escoteiro do Mar, o GEMAV; formado com estudantes Jesuítas e como sempre com o grande apoio dos Padres Vieirenses, Pe. Luiz Muraro e o Pe. Vilarinho.

 

Na década de 40, teve suas atividades interrompidas por fatores referentes á segunda Guerra Mundial, mas como o pássaro Fénix, resurgiu em sua segunda fase em 04 de outubro de 1959, ganhando um impulso acentuado na formação dos jovens, tornando-se um pólo importante para o Escotismo Baiano. Em 1968, o Grupo se reestruturou com o Chefe do Grupo Professor Dailton e se tornou um grupo da Modalidade Básica e com o apoio do Pe. Ilário, que na época era o Diretor do Vieirinha, deu continuidade em oferecer aos jovens, Amor e Educação. Em 04 de junho de 1971, foi fundada a primeira Alcatéia, que com o apoio do Pe. Gino passou a oferecer também as crianças menores formação escoteira.

 

Por tudo isso, essa memorável caminhada faz do GEAV uma prova de que o Espírito de Baden-Powell – fundador do Movimento – é a essência do escotismo que vive ontem e hoje “Sempre na mente, no Coração e junto de Nós estará”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IM Dilma Lopes de Carvalho Sentges

Dirigente – GEAV 15 Ba

 

Referências Bibliográficas:

 

Artigo “Há um século, dois eventos divergentes com um final feliz: da República Portuguesa ao Colégio Antônio Vieira” – Pe. Geraldo Antônio Coelho de Almeida – ver. IGHB, v.106, jan/dez.2011.

Nascimento, Jorge Carvalho do, 1956 – A escola do Baden-Powll: cultura escoteira, associação voluntária e escotismo do estado do Brasil – Rio de Janeiro; Imago, 2008.

História e Memória de Escotistas da Região Escoteira da Bahia.